sexta-feira, julho 22, 2016

Feliz aniversário Ana Karla Martins... Sou seu fã.

 Imagem: Canindé Pereira


Imagem: Canindé Pereira

Rio de Janeiro 2016... o caos maquiado.

Após vencer a votação que escolheu o Rio de Janeiro como sede dos Jogos Olímpicos, o governo brasileiro prometeu “JOGOS VERDES PARA UM PLANETA AZUL”...

A menos de quinze dias da abertura do evento, o Rio de Janeiro está cercado de águas poluídas e fétidas...

Nos subúrbios da zona Oeste do Rio, o local do Parque Olímpico e Vila Olímpica, que cresceram rapidamente nas últimas décadas a infraestrutura de saneamento não conseguiu acompanhar esse ritmo.

Pior...

As comunidades ricas e pobres da cidade, se “uniram alegremente” ao descaso dos governos em relação à cidade, atirando diariamente lixo nas águas.

O goleiro Sammy Ndjock do Minesota United, não vai conseguir explicar o que quis fazer...

Nada além de lamentar...

Imagem: Philippe Huguen/AFP/Getty Images

As contratações mais caras da janela de verão...

Até aqui esses são os jogadores mais caros contratados durante a janela de verão...

Os valores são em euros. 

01 Hulk (Shanghai SIPG). 55,8 milhões.
02 Granit Xhaka (Arsenal). 45 milhões.
03 Mkhitaryan (Manchester United). 42 milhões.
04 Sadio Mané (Liverpool). 41,2 milhões.
05 Álvaro Morata (Real Madrid). 30 milhões.
06 Michy Batshuayi (Chelsea). 39 milhões.
07 Eric Bailly (Manchester United). 38 milhões.
08 Mats Hummels (Bayern Munich). 38 milhões.
09 Miralem Pjanic (Juventus). 32 milhões.
10 N’Golo Kanté (Chelsea). 35,8 milhões.
11 Renato Sanches (Bayern Munich). 35 milhões.
12 Grzegorz Krychowiak (PSG). 33,6 milhões.
13 Ilkay Gündogan (Manchester City). 27 milhões.
14 Breel Embolo (Schalke 04). 27 milhões.
15 Nico Gaitán (Atlético de Madrid). 25 milhões.
17 Vincent Janssen (Totenham). 22,1 milhões.
18 Kevin Volland (Bayer Leverkusen). 20 milhões.
19 Nolito (Manchester City). 18 milhões.

Pobres bandeirinhas, sempre elas...

Imagem: Lars Baron/Getty Images

Os conselhos do Estados Islâmico para ataques ao Rio de Janeiro...

Com drones ou veneno, os conselhos do Estado Islâmico para atacar o Rio

Consultoria especializada identifica mensagens nas quais grupo terrorista sugere táticas

Maria Martin do Rio de Janeiro para o jornal El País

Uma série de mensagens escritas em inglês e enviadas através do Telegram, um aplicativo parecido ao WhatsApp, revelou o interesse do Estado Islâmico (EI) no ataque dos chamados lobos solitários durante a Olimpíada do Rio, que começa em 5 de agosto.

A empresa de consultoria especializada em ações de grupos extremistas pela Internet, SITE Intelligence, divulgou que o EI e outros grupos jihadistas estão incitando seus seguidores para semear o terror na cidade brasileira.

A análise (de acesso restrito a assinantes) afirma que os jihadistas estão inclusive dando conselhos específicos sobre como atacar sugerindo métodos como drones com pequenos explosivos, acidentes de trânsito e o uso de venenos ou medicamentos.

Os objetivos dos radicais são, de acordo com essas mensagens, as delegações e visitantes dos Estados Unidos, França e Israel, explica uma reportagem do jornal brasileiro O Estado de S. Paulo.

O autor das mensagens, de acordo com a reportagem, destaca as debilidades que o Brasil tem em matéria de segurança e que as próprias autoridades reconhecem: a facilidade para conseguir armas de guerra e uma gigantesca fronteira mal vigiada.

O grupo diz que é possível aproveitar a criminalidade das favelas e a porosa fronteira com o Paraguai para levar armas ao Brasil.

“O recente post sobre a Olimpíada do Rio diz que é fácil conseguir vistos, entradas e viagens ao Brasil”, destaca a análise do SITE, uma fonte confiável segundo especialistas na matéria.

O Brasil já proibiu a entrada de quatro pessoas com vínculos terroristas, que pediram credenciamento para o evento.

O coordenador-geral de Segurança Pública da Olimpíada, Cristiano Barbosa Sampaio, afirmou que o Brasil está em alerta amarelo porque não há nenhuma ameaça concreta contra o país, mas o clima no Rio está longe de ser tranquilo.

Nos bastidores, assessores próximos às autoridades responsáveis pelo sucesso da Olimpíada confessam que o único medo hoje é um possível ataque e na rua já foram vistos alguns sinais de psicose.

Na última segunda-feira um esquadrão antibombas cortou várias ruas do rico bairro do Leblon para verificar o conteúdo de uma mala que um homem tinha deixado na rua.

O porteiro do edifício viu o homem sair correndo, se assustou e chamou a polícia, mas a bolsa tinha apenas roupas sujas.

A França, por sua vez, pediu ao Ministério de Relações Exteriores brasileiro para fortalecer a segurança nas escolas francesas e em seus quatro consulados em todo o país.

O interesse dos grupos radicais na divulgação de sua propaganda em aplicativos de mensagens como Telegram, já era conhecido pelas autoridades.

Em junho, a Agência Brasileira de Inteligência reconheceu publicamente a existência de um canal em português destinado a simpatizantes brasileiros.

Os serviços de inteligência também reconheceram seu medo dos chamados lobos solitários, indivíduos que se radicalizam sem necessariamente se juntarem às fileiras de grupos terroristas ou que, inspirados nos ataques do grupo, são capazes de realizar massacres como o de Nice, na semana passada, no qual um tunisiano ao volante de um caminhão matou 84 pessoas.

A atração do grupo pela Olimpíada não surpreende os especialistas.

Embora o Brasil nunca tenha sido alvo direto de ameaças terroristas, a Olimpíada, além de receber as delegações de países considerados inimigos do EI (como França e Estados Unidos), têm um enorme potencial de propaganda pela transmissão para 220 países com uma audiência de bilhões de telespectadores.

Dança na chuva...

Imagem: Jean-Philippe Ksiazek/AFP/Getty Images

O atletismo da Rússia está fora dos Jogos Olímpicos de 2016...

Atletismo da Rússia é banido dos Jogos Olímpicos de 2016

Tribunal rejeita recurso de comitê russo para anular o veto contra Isinbayeva e mais 67 atletas

Amaya Iríbar de Madrid para o jornal El País

O Tribunal de Arbitragem do Esporte (TAS, na sigla em inglês) rejeitou o pedido de 68 atletas russos e de seu Comitê Olímpico para participar dos Jogos Olímpicos Rio 2016, que começam em 5 de agosto.

Os atletas, entre os quais Yelena Isinbayeva, três vezes medalhista olímpica, reivindicavam o direito de participar da Olimpíada depois do veto imposto pela Federação Internacional de Atletismo (IAAF, na sigla em inglês) devido ao escândalo do doping na Rússia.

“Os atletas cujas federações estão suspensas pela IAAF não podem participar em competições organizadas pela Federação Internacional, em conformidade com a Carta Olímpica”, argumentam os advogados do TAS.

A IAAF suspendeu a Federação Russa em novembro passado, quando a Agência Mundial Antidoping (AMA) revelou que na Rússia havia um sistema de doping acobertado pelo Estado.

O Comitê Olímpico Internacional (COI) e o mundo do esporte, em geral, estavam à espera da resolução do TAS depois da divulgação, esta semana, do Relatório McLaren, que constatou a existência de um sistema sofisticado e generalizado para encobrir casos positivos de doping dos melhores atletas russos, e amparado pelo Estado.

Até 29 esportes apareceram na investigação independente, liderada pelo advogado canadense Richard McLaren, que identificou mais de 640 casos positivos.

Mas o TAS apenas se pronunciou sobre os atletas (o atletismo também foi o esporte com mais casos positivos no Relatório McLaren, totalizando 139), cuja participação já havia sido proibida pela IAAF antes da investigação.

A Rússia, na verdade, já havia ficado de fora do campeonato europeu de Amsterdã no mês passado.

Os 68 atletas, que haviam se qualificado para participar dos Jogos no Rio, já haviam recorrido ao tribunal de seu comitê olímpico.

Argumentavam que todos os atletas que não haviam sido punidos por doping deveriam participar dos Jogos.

A sentença do TAS agora volta toda a atenção (e pressão) para o COI, que deve decidir nos próximos dias sobre a participação de outros atletas russos no Rio.

A AMA já solicitou que os atletas russos sejam punidos. A delegação aprovada pela Rússia conta com mais de 300 atletas.

A Rússia, herdeira da União Soviética, é uma das grandes potências olímpicas.

Nos Jogos de Londres 2012, seus atletas conquistaram 82 medalhas.

quinta-feira, julho 21, 2016

Seleção da Polônia na Copa do Mundo de 1938...

Imagem: Trivela

O futebol feminino e o descaso da FNF...

Imagem: Facebook


Em agosto, mais precisamente no dia 24, começa a Copa do Brasil de Futebol feminino...

O SE União será o representante do Rio Grande do Norte na competição.

Bem, deve ser...

Talvez seja.

Chegou ao meu conhecimento a seguinte situação:

Ninguém sabe como o time vai poder participar...

Como no ano passado, não houve nenhuma definição sobre qualquer apoio financeiro.

Minha fonte afirmou que o Departamento de Futebol Feminino criado pela FNF, é “só enfeite”...

Um penduricalho no organograma da federação.

Se não me engano, seu diretor é o Sr. José Marques Costa Neto...

Porém, se eu estiver enganado, não fará nenhuma diferença, pois se não funciona, tanto faz quem manda.

Na esperança de poder representar o estado, as meninas que jogam no SE União Independente de Extremoz, vão neste sábado, 23, dar plantão nos semáforos do Midway e de Ponta Negra para pedir dinheiro aos motoristas e até aos passageiros dos veículos...

Elas têm esperança que a população as ajude.

As meninas do hóquei sobre a grama...

Imagem: Agência Uno

Média de público de 4 mil pessoas é para lamentar e não, comemorar...

Você começa a perceber que à sua volta as coisas estão à beira da “insanidade” quando torcedor e jornalista comemora público de 4.233 pessoas...

Principalmente quando todo mundo sabe que o clube tem potencial para colocar nas arquibancadas, no mínimo, um número de torcedores três vezes maior.

Xherdam Shaqiri...

Imagem: Mast Irham/EPA

"O estilo Francisco Diá"...

O treinador Francisco Diá, em resposta ao meia Elias que afirmou numa entrevista que o técnico “não cumprimenta os jogadores”, disse o seguinte:

“Não costumo dar satisfação a jogador que tiro do time, mas não tem nada disso de não cumprimentar ninguém.  O jogador quando está de titular não vem me perguntar por que está jogando, se eu for dar satisfação para todo jogador que eu tirar do time. Não dou.  É meu estilo”.

Bem, vejamos...

Tite dá, Jorginho dá, Cuca dá, Guardiola dá, Mourinho dá, Ancelotti dá, Joachim Löwe dá, Klinsmann dá, mas Diá, não dá.

Diz que é “estilo”...

Não é estilo, é arrogância ou total falta de compreensão sobre o que venha ser relações humanas.

O Cristo Redentor e o Maracanã...

Imagem: Ricardo Moares

Assim a Rússia fraudava os resultado dos exames antidoping...

Assim a Rússia fazia desaparecer o doping positivo de seus melhores atletas
Sistema de controle empregado em 2011 e 2015 burlava o controle das agências internacionais

Carlos Arribas/Lausanne/Para o El País

Sem muitos superlativos disponíveis depois de ter chamado, há anos, o caso de Armstrong de “sistema mais sofisticado de doping já implementado”, Travis Tygart, presidente da USADA, a agência antidoping dos Estados Unidos, encontrou, no entanto, um adjetivo chamativo para descrever o que acontece no caso de doping da Rússia.

“É um nível alucinante de corrupção”, afirmou Tygart, que imediatamente pediu a exclusão da Rússia da Olimpíada no Rio.

Depois da leitura de algumas passagens do relatório, classificado por alguns de romance de ficção científica ou de espionagem, é possível concluir que o habitualmente exaltado Tygart não exagerava muito nessa ocasião.

O sistema de doping de Estado usado na Rússia entre 2011 e 2015 recorria a um método para esconder os resultados positivos de seus atletas das agências e federações internacionais.

É o que o relatório chama de Metodologia dos positivos que desaparecem, conhecida em código pelas autoridades russas como o método de Salva ou Quarentena e que serviu para transformar em negativos pelo menos 312 amostras positivas de vinte esportes.

As amostras vinham de controles fora de competição e chegavam ao laboratório de Moscou.

Lá, o diretor, Grigory Rodchenkov, analisava e quando encontrava um resultado positivo consultava a agência antidoping, RUSADA, para saber a quem correspondia.

Depois, informava diretamente o vice-ministro de Esportes da Rússia, Yuri Nagornykh: “Tal atleta deu positivo”.

O político só podia responder com uma palavra em código das duas que tinha: salva ou quarentena.

Se respondesse “salva”, Rodchenkov devia informar que o controle era negativo no sistema informático ADAMS, pelo qual a AMA e as federações internacionais são informadas sobre os controles, e depois falsificar o relatório do laboratório.

Se o dirigente respondesse “quarentena”, o caso continuava em frente.

Os “salva”, que de acordo com as poucas contas que McLaren pôde fazer, classificaram 312 do 577 positivos que foram revisados, geralmente correspondiam aos melhores atletas russos, às esperanças de medalha.

A ginástica se salva

Foram afetados quase todos os esportes olímpicos de verão: atletismo, 139 positivos desaparecidos; levantamento de peso, 117; luta, 28; canoagem, 27; ciclismo, 26; natação, 18; futebol e remo, 11 cada um; judô e vôlei, oito cada um; boxe e handebol, cada um com sete; taekwondo, seis; esgrima e triatlo, quatro cada um; pentatlo moderno e tiro, três; vôlei de praia, dois, e basquete, vela, tênis de mesa e polo aquático, um.

Somente ginástica, entre os grandes esportes, se salvou.

Os “quarentena” (265) condenaram estrangeiros ou russos de segundo nível.

Houve uma exceção, no entanto, um estrangeiro de um time de futebol russo que foi salvo pessoalmente pelo ministro dos Esportes, Vitaly Mutko, também presidente da Federação Russa de Futebol, membro do Comitê Executivo da FIFA e presidente do comitê organizador da Copa do Mundo de 2018.

Durante um grande evento como os Jogos de Inverno de Sochi, o FSB (antiga KGB) construiu um prédio anexo ao laboratório antidoping, fora do controle dos inspetores da Agência Mundial Antidoping (AMA), que vigiavam o bom desenvolvimento dos controles.

Esta construção tinha uma comunicação através de uma passagem do tamanho de um buraco de rato, com a sala em que Rodchenkov realizava a distribuição das partes divididas de urina para os controles em diferentes horários do dia.

Durante as madrugadas dedicava-se a passar através do buraco as amostras de atletas que o ministério tinha informado que tinham usado doping.

Embora os frascos fossem apenas identificados por um código, Rodchenkov sabia a quem pertencia, pois, os atletas tinham tirado secretamente fotos dos frascos ao enchê-los e enviado por WhatsApp.

Até 15 deles tinham ganhado medalhas.

Em sua instalação, os especialistas da polícia possuíam uma geladeira com urina limpa que os suspeitos tinham enviado a Moscou meses antes.

Com uma técnica desconhecida, mas que deixou traços microscópicos nas tampas, a FSB abria os frascos, tirava a urina suja e substituía pela limpa.

Por meio do buraco, devolvia os frascos a Rodchenkov, que adicionava sal para fazer com que a gravidade específica do líquido fosse a mesma que tinha apontada anteriormente em uma análise preliminar.

Os frascos abertos voltavam ao FSB, que fechava, e devolvia para que continuassem pelo caminho habitual.



quarta-feira, julho 20, 2016

Desculpe, mas a bola fica comigo...

Imagem: Tony Feder/Getty Images

Os 50 anos de uma das maiores zebras do futebol...

Ontem uma das maiores zebras da história completou 50 anos... 

No dia 19 de julho, em partida válida pela Copa do Mundo de 1966, no estádio Ayresome Park, pelo Grupo 4, a Itália foi derrotada pela Coréia do Norte por 1 a 0. O gol dos norte-coreanos foi marcado por Pak Doo-ik... 

A Coréia do Norte foi eliminada na fase seguinte ao perder para Portugal por 5 a 3 – é bom lembrar que a Coréia do Norte chegou a estar vencendo por 3 a 0.


Bailarinas do Moulin Rouge...

Imagem: Getty Images/Michael Steele

O Rio Grande do Norte terá 10 atletas representando o estado no Jogos Paraolímpicos de 2016...

A lista dos dez atletas norte-rio-grandenses convocados para os Jogos Paraolímpicos 2016...

Os convocados:

Atletismo
Thalita Vitória Simplício da silva

Halterofilismo
Terezinha Mulato dos Santos
Carlos Willians Rodrigues da Silva

Judô
Arthur Cavalcante da Silva
Halison Oliveira Boto

Natação
Clodoaldo Francisco da Silva Ferreira
Edênia Nogueira da Garcia
Joana Maria Jaciara da Silva Neves Euzébio
Rildene Fonseca Firmino

Triatlo
 Ana Raquel Montenegro Batista Lins

Além dos atletas um guia para atletismo, um técnico para o halterofilismo, além de dois médicos, um fisioterapeuta, quatro enfermeiros e um massoterapeuta também foram convocados...

O grupo vai compor o elenco de apoio a delegação brasileira.

Os jogos paraolímpicos terão início no dia 7 de setembro com encerramento previsto no dia 18 do mesmo mês. Serão mais de quatro mil atletas de 176 países diferentes nas disputas de 528 medalhas.

Em 2016 o Brasil conta com a maior delegação já enviada para os jogos com 278 atletas. Será a primeira vez na história que o país terá representantes em todas as 22 modalidades existentes nas paraolimpíadas.

No total, serão 181 homens e 97 mulheres com o objetivo de ficar entres os cinco melhores no quadro geral de medalhas, meta traçada pelo próprio CPB após a sétima posição em Londres 2012.

Fonte: Nominuto.com

Papai é meu herói...

Imagem: Darren Staples/Reuters

Polícia Militar defende torcida única e clássicos no Arena das Dunas...

A Polícia Militar defende que os clássicos entre ABC e América devem ter torcida única e sejam realizados apenas no estádio Arena das Dunas...

Respeitosamente, discordo, mesmo que entenda as motivações da instituição.

Não tem nenhum cabimento “vetar” o estádio Maria Lamas Farache...

O que tem sentido é que o estado dê total e completa proteção a quem vai ao estádio.

Excluir o Maria Lamas Farache é recuar diante dos vândalos...

Além de punir o ABC - me preocupa essa tendência de se evitar o confronto com essas gangues

Já não podemos sair às ruas em paz, já entramos ou saímos de casa em estado de alerta, as ruas de bairros periféricos e até mesmo de lugares turísticos importantes para a economia da cidade, como Ponta Negra, estão tomadas por jovens vendedores de drogas...

Aceitar mais uma restrição, será a confissão tácita do fracasso dos nossos órgãos de segurança.

Entretanto, não basta apenas a polícia ir para o front...

A Justiça e o MP têm a obrigação de buscar dentro da legislação vigente formas de endurecer o jogo e dar um basta à intolerância e a violência irracional que esses grupos promovem.

Jogo de torcida única, São Paulo já mostrou, é mais uma daquelas “sacadas inteligentes” que costumam brotar em reuniões onde ninguém conseguiu encontrar nenhuma solução eficiente...

Lavam as mãos e soltam o bandido.

A decisão de só se permitir clássicos com torcida única está em vigor, na capital paulista, desde a semifinal do Campeonato Paulista, depois de um pedestre, que não estava envolvido na confusão, ter sido vítima fatal de um confronto entre palmeiras e corintianos a 33 km do local do jogo...

No último domingo, torcedores de Corinthians e São Paulo entraram em confronto em Carapicuíba, a 47 km da arena em Itaquera, antes do início da partida.

Argentinos...

Imagem: Omar Torres/AFP

Governo francês desmente publicação do jornal Liberation...

Imagem: Fabrizio Bensch/Reuters

O governo francês informou ao Palácio do Planalto que um brasileiro não estava entre os membros do grupo extremista Estado Islâmico que estariam planejando atentado contra a delegação da França durante os Jogos Olímpicos Rio 2016.

Por Paulo Victor Chagas – Repórter Agência Brasil

A informação foi enviada nesta terça-feira (19) pelos franceses ao ministério da Defesa brasileiro.

Após investigações conduzidas pelo governo francês, em parceria com órgãos de inteligência de diversos países, entre eles o Brasil, chegou-se à conclusão que a informação da presença de um brasileiro entre os suspeitos "é falsa".

O "desmentido" foi comunicado ao presidente interino Michel Temer pelo ministro do Gabinete de Segurança Institucional, Sérgio Etchegoyen. Segundo o Palácio do Planalto, o governo brasileiro não recebeu informações quando o assunto veio à tona justamente porque a informação não procede.

Relatório

"Em documento enviado ao Ministério da Defesa, o diretor de Inteligência Militar da França explicou que a informação foi analisada pelas agências francesas, em cooperação com órgãos de inteligência de diversos países, inclusive do Brasil.

A análise das pesquisas realizadas levou à conclusão de que a informação é falsa, razão pela qual o diretor não a transmitiu ao Ministério da Defesa brasileiro naquela ocasião", informou o Planalto, por meio de nota.

Na semana passada, o jornal francês "Liberation" divulgou um relatório da Comissão Parlamentar de Luta contra o Terrorismo que investiga os atentados de 2015 na França.

De acordo com o documento, um membro do grupo terrorista estaria prestes a "cometer atentados contra a delegação francesa nos jogos".

Nessa segunda-feira (18), o governo brasileiro enviou uma delegação da Abin à França depois do ataque em Nice, onde 84 pessoas morreram após um caminhão avançar sobre a multidão que comemorava o feriado da Queda da Bastilha.

terça-feira, julho 19, 2016

E a cabeça continuou no lugar...

Imagem: Adam Davy/PA

Neymar fora da lista dos melhores da Europa...

A Uefa divulgou nesta segunda-feira a lista de dez candidatos ao prêmio de melhor jogador da Europa na última temporada, sem nenhum brasileiro.

O atacante Neymar, que teve um ano irregular no Barcelona foi ignorado.

O Real Madrid, campeão da Liga dos Campeões, se destacou com quatro indicados: Cristiano Ronaldo, Gareth Bale, Pepe e Toni Kroos. 

Do Barcelona, foram indicados Lionel Messi e Luis Suárez.

Os indicados foram apontados por jornalistas de cada um dos países filiados à entidade europeia.

Cada um escolheu cinco atletas, em ordem de preferência, com o primeiro recebendo cinco pontos, o segundo ganhando quatro e assim por diante.

A pontuação dos dez candidatos classificados para a próxima etapa não foi revelada.

Em 5 de agosto, serão divulgados os nomes dos três finalistas.

Em seguida, será a vez de um júri definir o melhor jogador da Europa na temporada 2015/2016, em 25 de agosto, no sorteio da fase de grupos da Liga dos Campeões.

Entre os brasileiros, o único lembrado na primeira votação foi Neymar, que ficou na 19ª colocação, junto com o companheiro de Barcelona Andrés Iniesta, Eden Hazard, do Chelsea e Renato Sanches, do Benfica, que acertou há poucas semanas com o Bayern de Munique.

Os indicados ao prêmio de melhor da Europa:

Antoine Griezmann (Atlético de Madrid – França)
Cristiano Ronaldo (Real Madrid – Portugal)
Gareth Bale (Real Madrid – País de Gales)
Gianluigi Buffon (Juventus – Itália)
Lionel Messi (Barcelona – Argentina)
Luis Suárez (Barcelona – Uruguai)
Manuel Neuer (Bayern München – Alemanha)
Pepe (Real Madrid – Portugal)
Thomas Müller (Bayern München – Alemanha)
Toni Kroos (Real Madrid – Alemanha)

Fonte: Veja

Escorregando no asfalto...

Imagem: AFP

Nadia Comaneci - Montreal 1976 - The Perfect 10...



Nadia Comaneci, Montreal 1976... 

Sete perfeitos 10. 

Ela foi tão fantástica que que o placar Omega do ginásio mostrou um luminoso 1,00, porque não estava preparado para a ocasião.

Laranja e branco...

Imagem: Hendrik Schmidt/EFE

O Leicester City sabe que não irá repetir a temporada passada...

Manter os pés no chão ainda é a melhor maneira de se evitar criar falsa ilusões e a partir delas colecionar frustrações e decepções...

Claudio Ranieri, treinador de Leicester City, clube campeão inglês da temporada 2015/2016, declarou que este ano o objetivo da equipe é sobreviver na Premier League e buscar fazer o seu melhor na Champions League.

Ranieri sempre soube que seria muito difícil segurar todos os atletas da temporada passada...

Porém, se esforçou para que ficassem.

“Pedi que todos permanecessem juntos para vivenciar algo novo que eles conquistaram com muito suor, sangue e lágrimas”, disse...

 “Esperava que todos tivessem ficado e escutado o meu conselho, que foi que nós vivenciássemos a aventura de disputar a Champions League juntos”, concluiu Ranieri, desapontado.

N’Golo Kanté, foi para o Chelsea e Riyad Mahrez, se recusou a renovar seu contrato e busca novos desafios para sua carreira...

Dos três heróis do título inédito e improvável, Jamie Vardy será o único sobrevivente.

Outros deve seguir Kanté e Mahrez...

O mercado falou mais alto.

Diante da realidade, Claudio Ranieri em entrevista concedida ao jornal italiano, La Gazetta dello Sport, foi sincero ao admitir...

“Para começar, o objetivo principal é assegurar os pontos que necessitamos para sobreviver. Então, a partir do momento que atingirmos isso, vamos levantar a barra. Terminar entre os dez primeiros colocados. Conseguir, quem sabe, uma vaga na Liga Europa. Ou um lugar na Champions League. E talvez ganhar um título das cinco competições que vamos disputar: Supercopa, Copa da Inglaterra, Premier League, Copa da Liga Inglesa e Champions League. O processo é este: um degrau de cada vez”, expôs o comandante, reconhecendo que o time jogará dentro de suas limitações e que a possibilidade do bicampeonato é remota. “O conceito básico é começar do princípio. Nós ganhamos o título, foi muito bom, realizamos algo único. Mas agora temos que virar a página. Se no começo da última temporada as casas de apostas cotavam 5000/1 para o título, desta vez será 6000/1”.

Rugby in the rain...

Imagem: Scott Barbour/Getty Images

Em Curitiba o Campenato Amador tem cobertura da imprensa e uma primeira e segunda divisão...

Campeonato de Futebol Amador de Curitiba...

Lá eles têm cobertura da imprensa e uma primeira e segunda divisão.

O spray do árbitro...

Imagem: John Sibley/Reuters

O Fortaleza apesar da Série C, possui 10.430 sócios torcedores...

O Fortaleza segue a rota inversa dos concorrentes na Série C e de seu rival, o Ceará, que disputa a Série B...

O time caiu para a terceira divisão em 2009 e, de 2010, quando voltou a disputar a competição, por duas vezes, “bateu na trave” e deixou escapar a chance de retornar para segunda divisão ao ser eliminado na fase de mata-mata.

O Oeste em 2012, o Macaé em 2014 e o Brasil de Pelotas em 2015, foram os algozes do tricolor cearense...

Entretanto, hoje, o programa sócio torcedor do clube, é líder no Ceará e continua em expansão.

O Fortaleza possuiu 10.430 associados...

Seu arquirrival o Ceará, tem 7.434 membros.

Todos os seis planos de sócio torcedor do Fortaleza dão direito a entrada gratuita nos jogos em que o Fortaleza é mandante...

A mensalidade mais barata é o plano Leão Fiel, que sai R$ 39,9 ao mês.

A mais cara é o Sócio Conselheiro, que custa R$ 199,90 e dá direito à participação nas tomadas de decisão do clube e de votar nas eleições...

Crianças de até 12 anos podem se associar ao Leão Kids.

Pagando R$ 20 ao mês, tem entrada garantida no estádio nos jogos do time, desde que acompanhadas por um adulto responsável e pagante...

Apesar de tudo, a torcida do Fortaleza segue acreditando e apoiando o clube.

Ao fim do dia...

Imagem: Getty Images

Petrobras retira investimentos em marketing para manter aporte em atletas...

Petrobras desloca orçamento para manter patrocínios no esporte

Empresa irá retirar investimentos em marketing para manter aporte em atletas

Por Redação/Máquina do Esporte

Na última semana, os Correios anunciaram um duro corte nos investimentos no esporte graças à crise financeira que atravessa a empresa estatal.

A situação financeira da Petrobras também não é agradável, mas a companhia resolveu mexer no orçamento de marketing para manter e ampliar os investimentos no esporte.

Pelo menos até os Jogos Olímpicos deste ano.

Em declaração ao Bloomberg, o gerente de comunicação e marcas da Petrobras, Luís Nery, explicou a situação.

“Cortamos em cultura e eventos, mas elevamos em esportes para focar nas Olimpíadas, devido ao momento, e em (esportes de) motor, que é o nosso negócio”, resumiu o executivo.

Em patrocínios, a Petrobras reduziu neste ano 27% o orçamento.

Agora, a conta está em R$ 228 milhões para a área.

E isso não deverá, por ora, afetar o esporte.

Nos cortes, deverão ser atingidos os eventos culturais e as conferências de petróleo que a companhia brasileira participa.

Para o esporte, o investimento subiu de R$ 66 milhões em 2015 para R$ 98 milhões em 2016.

Atualmente, a Petrobras dá apoio a seis confederações esportivas e, em 2015, resolveu apoiar 27 atletas que apresentaram melhor desempenho.

O plano foi aumentar o apoio a eles na reta final para a disputa dos Jogos Olímpicos.

segunda-feira, julho 18, 2016

Sob uma fina camada de água...

Imagem: Thierry Zoccolan/AFP

O desabafo de Chico Inácio e a resposta que escrevi...

O radialista Francisco Inácio, repórter da 98 FM, em um grupo do WhatsApp do qual também faço parte, publicou o que ele chamou de desabafo, logo após a desclassificação do Potiguar de Mossoró para a segunda fase da Série D...

De imediato, respondi e depois, lhe pedi autorização para publicar aqui no blog.

Chiquinho, como o chamamos, autorizou...

Aí vai.

Francisco Inácio

O futebol de Mossoró tem que passar por uma reestruturação com muita urgência.

Não seria apenas os clubes e sim toda base que está falida e ninguém faz nada.

Urge a situação de um novo estádio para alavancar a autoestima do torcedor.

Chega de gastar os pouquíssimos recursos com contratações que enganam a todo momento e só afastam o torcedor.

É preciso valorizar as bases e buscar no interior jogadores que criem raízes no clube.

A eliminação do Potiguar deste brasileiro é o puro reflexo do futebol de Mossoró.

Precisa-se mudar esse pensamento falido.

Acordem DIRIGENTES e AUTORIDADES!!!

Acordem!!!

O futebol de Mossoró É PARA ONTEM!!!

Fernando Amaral

Chiquinho: seu “desabafo" com o qual concordo também serve como uma luva para Natal...

Entre os anos 70 e hoje, tivemos três novos estádios, correto?

Eles, alavancaram o que?

Em Natal se gasta os poucos recursos com contratações meia-boca que normalmente são aplaudidos pela imprensa como "cracaços de bola"...

Além de dinheiro jogado fora e em alguns casos, ficam dívidas trabalhistas.

Salvo raras exceções, esses “cracaços” ajudaram em que?

As bases?

Valorizar as bases?

Aqui?

Nunca!

A imprensa é a primeira a queimar...

Poucos e raros jornalistas lutam por elas...

Poucos entendem que é preciso tempo de maturação.

A maioria, exige que meninos se transformem em gênios no primeiro toque na bola e que já no segundo, resolvam todos os problemas.

Os torcedores absorveram essa maldita cultura...

Bastam dois erros do garoto, que passam a hostilizar e gritar que querem jogador.

Esses gritos na verdade estão mesmo é pedindo gente que não deu certo em lugar nenhum, mas que passou por muitos times conhecidos...

Estarmos na Série C, lutando contra algumas equipes de nível bem inferior, não seria a prova que também fracassamos?

Mossoró e Natal andam de mãos dadas.

Torcedores do Seattle Sounders FC - Major League Soccer.


Imagem: Ted S Warren/AP

Sensacional: Isso é se chama raiva grande...

Imagem: Central SC

Voa Portugal...

Imagem: Max Rossi/Reuters

O medo de estádio vazios nas Paraolimpíadas... como vamos explicar isso? Preconceito?

Venda de ingressos da Paraolimpíada fracassa

Por Lauro Jardim

A Rio-2016 não está preocupada com vazios nas arquibancadas e cadeiras da Olimpíada.

Aposta que praticamente tudo lotará.

O problema é a Paraolimpíada, que começa no dia 7 de setembro.

A venda de ingressos até agora é um fracasso retumbante.

A Rio-2016 tem alguns planos alternativos para tentar reverter o quadro, entre eles, o da abertura dos portões.

A cobrança de ingressos para a Paraolimpíada começou em 2008, em Pequim.

Em Londres, em 2012, foi um sucesso de público.

Os braços sustentam seus sonhos...

Imagem: Dilip Vishwanat

Série D: O Globo de Ceará-Mirim avança e o Potiguar de Mossoró é eliminado...

O Globo de Ceará-Mirim empatou com o Souza da Paraíba em 1 a 1...

Mesmo em casa, o Globo não conseguiu dobrar seu adversário.

Porém, como chegou aos 11 pontos e se manteve líder do Grupo A7, passou para a fase seguinte da Série D...

Já o Souza, mesmo tendo alcançado o América de Pernambuco, marcando 10 pontos na tabela, acabou eliminado pelo critério de saldo de gols.

Enquanto o Globo comemorava, em Sergipe, o Potiguar lamentava a goleada sofrida diante do Itabaiana...

A derrota por 3 a 0 eliminou a equipe mossoroense.

Nada podia ser pior...

Principalmente para uma equipe que passou boa parte da competição em ótimas condições de garantir a classificação.

Confrontos da Segunda Fase da Série D

Atlético/AC e Náutico
Princesa do Solimões e Palmas
São Raimundo e Juazeirense
Águia e Moto Club
Altos e América
CSA e Parnahyba
Globo e Campinense
Uniclinic e Itabaiana
Ceilândia e Aparecidense
Sete Dourados e Fluminense de Feira de Santana
Volta Redonda e URT
Caldense e Anápolis
São Bento e Brusque
J Malucelli e Espirito Santo
Internacional de Lages e Caxias
Ituano e Linense

Brincando de Cachorrinho?

Imagem: Bob Levey/Getty Images

Na Turquia um golpe fracassado e sangrento começou com briga de torcidas...

O maior golpe fracassado de Istambul começou como briga de torcidas

Por Ubiratan Leal

O Exército tentou, mas a sociedade foi mais forte.

Parte das Forças Armadas quis aproveitar a ausência física do presidente Recep Erdogan para tomar o poder na Turquia.

A reação contra a ofensiva militar foi imediata, com a população, o presidente que voltou às pressas e até parte da oposição se unindo para evitar uma troca de comando à força no país.

Golpes de estados são comuns no país, já ocorreram em 1960, 1971, 1980, 1993 e 1997.

Uma tentativa fracassada é mais rara, mas uma delas mudou a história: as Revoltas de Nika.

É preciso voltar bastante no tempo, uma época em que o centro de comando não era Ancara, a Turquia não existia como nação, sua maior cidade não se chamava Istambul e sua população nem era muçulmana, tampouco tinha origem étnica na Ásia Central.

A região em torno do estreito de Bósforo era dominada pelo Império Romano do Oriente, divisão política criada quando Roma começou a perder força como centro dessa civilização, também conhecido como Império Bizantino.

A capital era Constantinopla, atual Istambul.

Uma das atividades mais populares na metrópole era a corrida de bigas.

Mais que disputas de velocidade, eram competições ferozes.

Os concorrentes se atacavam, acidentes fatais eram comuns e os grandes campeões se tornavam milionários.

Apesar da glória dos principais condutores, tratava-se de um esporte coletivo: os torneios tinham as equipes vermelha, verde, azul e branca, cada uma com uma torcida fanática por trás.

No início do século 6º, a disputa estava mais polarizada em Constantinopla.

Os verdes haviam incorporado o time vermelho, enquanto que os azuis absorveram os brancos.

Assim, a rivalidade se tornou enorme, possivelmente ganhando tons políticos, com os azuis se identificando mais com a elite e uma leitura mais ortodoxa do Cristianismo, enquanto a torcida verde representava os cidadãos comuns e defendia uma versão mais progressista da religião.

Em 501, 3 mil torcedores verdes foram mortos em uma emboscada dos azuis.

Anos depois, os verdes se vingaram com uma grande vitória de Porfírio, condutor que defendia os azuis, mas trocou de lado.

As duas torcidas só concordavam quando o assunto era o governo de Justiniano I.

O imperador empreendeu grandes e vitoriosas campanhas militares de expansão territorial, mas isso veio a um custo.

Ele teve de aumentar agressivamente os impostos para poder financiar o exército, causando descontentamento de toda a sociedade em Constantinopla.

Em 532, um novo pacote de taxas atingiu até a elite, que vinha sendo poupada até então.

Em 10 de janeiro daquele ano, uma corrida terminou em nova confusão entre verdes e azuis.

As autoridades entraram em ação e prenderam sete líderes de torcidas.

Todos seriam executados, mas dois (um verde e um azul) acabaram sobrevivendo porque o suporte da forca quebrou.

Imediatamente, membros das duas facções se dirigiram ao hipódromo – localizado estrategicamente ao lado do palácio, para que Justiniano pudesse ver as corridas e torcer pelo seu time, o azul, sem sair de casa – para pedir clemência aos dois.

O imperador se negou.

As duas torcidas se uniram e começaram a gritar “nika” (vencer) em direção ao palácio.

Os protestos se seguiram, vários edifícios foram incendiados – inclusive Hagia Sofia, então basílica da igreja cristã – até que, no quarto dia, os manifestantes decidiram derrubar Justiniano e colocar Hipácio, sobrinho do ex-imperador Anastácio I, no poder.

Justiniano pensou em fugir, mas foi convencido a ficar por sua mulher, Teodora.

Com a decisão de confrontar a multidão tomada, o imperador acionou seus generais Belisário e Mundo.

Ambos convocaram tropas godas e trácias – sem ligação afetiva com as equipes de corridas de bigas – para contra-atacar.

As forças de segurança aproveitaram que os revoltosos estavam no hipódromo para ali confiná-los e iniciar o massacre.

Os registros são de cerca de 30 mil mortos, incluindo Hipácio.

Com o golpe fracassado, Justiniano I ganhou ainda mais poder.

As corridas de bigas foram proibidas, a população passou a temê-lo ainda mais, a Hagia Sofia foi reconstruída e as campanhas militares se intensificaram.

Quando morreu, em 565, o Império Bizantino tinha recuperado boa parte do território do Império Romano em seu auge, incluindo a Península Itália, o sul da Península Ibérica e todo o norte da África.

domingo, julho 17, 2016

Daniele De Rossi e sua tatuagem...

Imagem: Carl Recine: Reuters

Os super humanos... Eles podem, nós podemos.

GP da Alemanha...

Imagem: Hendrik Schmidt/EFE

Série C: América deixa escapar a vitória e o ABC, recua e acaba derrotado...

Por poucas horas ABC e América estiveram dentro da zona de classificação para a próxima fase da Série C.

Agora, só o ABC permanece, mas para ficar, terá que torcer por uma derrota do Salgueiro, em casa, diante do Confiança... 

As duas equipes se enfrentam, daqui a pouco, no estádio Cornélio de Barros, em Salgueiro.

América 1x1 Remo

O sábado foi péssimo para os nossos clubes...

O América na Arena das Dunas comandado por Thiago Potiguar, no primeiro tempo, pareceu que iria vencer com certa facilidade o Remo e entrar definitivamente na briga pela vaga.

Os rubros começaram arrasadores...

Aos 6 minutos, Thiago Potiguar o maestro do time, deixou Luiz Eduardo na cara do gol.

Luiz Eduardo abriu o marcador e depois, perdeu umas duas ou três boas chance de ampliar...

O América jogava bem e não dava nenhuma mostra que deixaria escapar a vitória.

Bem por 30 minutos, foi o que aconteceu...

Porém, dois minutos depois, Edno, num chute de fora da área, empatou.

Foi então que o Remo saiu das cordas e tentou equilibrar a partida...

O América apenas esperou o intervalo.

Na volta, alguma coisa mudou...

O América continuou voluntarioso e veloz, mas já não conseguia segurar o Remo como antes e passou a sofrer sustos.

Não fosse o goleiro Camilo, critica por uma possível falha no gol marcado por Edno, a equipe paraense poderia ter mudado toda a história da partida...

Camilo salvou evitou a virada do Remo umas três vezes.

Com menos posse de bola, mas com a mesma vontade da primeira fase, a equipe americana ainda tentou vencer, mas não conseguiu...

O Remo, melhor que no primeiro tempo, deu ao jogo um caráter mais dramático.

No fim, os remistas tinham o que comemorar, enquanto os americanos tiveram que voltar para casa com a amarga sensação de que poderia ter sido diferente...

Restam nove jogos, é só o que o América tem para confirmar ou não sua classificação.

ASA 2 a 1 ABC

O time do ABC quando parece que vai...

Não vai.

Começou bem em Arapiraca e chegou a sair na frente, com um gol de falta, marcado por Lucio Flavio, no final da primeira etapa.

Depois, no segundo tempo, sem motivo aparente, recuou e deu ao ASA campo para jogar.

A boa equipe alagoana não se fez de rogada...

Aproveitou o espaço deixado pelo recuo alvinegro, avançou sua equipe foi à luta.
Aos 17 minutos, a bola chutada bateu em Thiago Sala, desviou e tirou Vaná da jogada...

Só restou ao goleiro, lamentar a pouca sorte e buscar a bola no fundo das redes.

O ABC, então, acrescentou ao recuo a falta de inspiração e passou a tentar segurar o resultado com umas poucas e infrutíferas chegadas próximas ao gol do ASA...

Sem ter o que temer, o ASA foi buscar o resultado e aos 34 minutos, Reinaldo se antecipou ao zagueiro e definiu o marcador.

Arbitragem à parte, o ABC não fez nada que pudesse justificar um placar diferente...

O 2 a 1, a favor do ASA foi justo.